III Salão Xumucuís de Arte Digital : Mídias Selvagens

Lancamento III Salao Xumucuis de Arte Digital

O Salão Xumucuís de Arte Digital em sua terceira edição abre a chamada pública para receber inscrições para suas exposições a serem realizadas em Março de 2014. De 17 de Janeiro a 09 de Março através do site salãoxumucuisdeartedigital.wordpress.com e no e-mail xumucuis@gmail.com podem ser obtidas mais informação e o edital.

O tema desta edição é “Mídias Selvagens”, onde buscamos mais do que uma exposição, temos a intenção de discutir o espaço da arte contemporânea em plataforma tecnológica em Belém, na Amazônia e no Brasil, onde as obras transcendem o espaço expositivo convencional e se integram e transformam o cotidiano. Os trabalhos devem vir acompanhados de um dossiê assim como do currículo artístico e portfólio, e tudo que for pertinente para a análise dos projetos. São duas premiações, uma nacional e outra para artistas da região amazônica.

“O artista visual hoje em dia pensa em processos, construções poéticas, discursos, que vão além da obra de arte e é isso que queremos saber, como ele cria sua arte e como se relaciona com o mundo e seus dispositivos informacionais, tecnologia de ponta e obsoletos, em ambientes reais e virtuais” diz Ramiro Quaresma, idealizador e curador do Salão.

“Já montamos exposições nos melhores espaços expositivos de Belém, mas nesta edição optamos por não amarrar o artista ao cubo branco e expandir nosso circuito expositivo para a as possiblidades da cidade como um todo, rompendo com os muros que separam a sociedade e o sistema da arte contemporânea” comenta a coordenadora geral e designer expográfica do Salão, a museológa Deyse Marinho.

Em suas duas edições anteriores (2011 e 2013) e no Panorama da Arte Digital no Pará (2012) viabilizamos exposições com a participação de mais de 60 artistas de todo o Brasil, numa multiplicidade de obras que iam da arte sonora ao game arte, instalações e video performances, onde a arte e a tecnologia se integravam em um imersão aos sentidos, visitada por mais de 2000 pessoas, onde realizamos ações formativas para mais de 100 participantes entre artistas e estudantes.

O Salão de Arte Digital surge como proposta do pesquisador de artes visuais Ramiro Quaresma e da museóloga Deyse Marinho, que desde 2008 no blog Xumucuís (xumucuis.wordpress.com) discutem e divulgam artes visuais, patrimônio histórico e cultural, e museologia. Ano passado o Salão foi contemplado pela Funarte com o prêmio “Conexão Artes Visuais MINC/FUNARTE/Petrobras”, e nesta edição selecionado no edital Oi de Patrocínios Culturais, que também selecionou o projeto em sua primeira edição.

Informações e inscrições

III Salão Xumucuís de Arte Digital : Mídias Selvagens

xumucuis@gmail.com / facebook.com/salaoxumucuisdeartedigital  / twitter.com/xumucuis

Site: salaoxumucuisdeartedigital.wordpress.com

Edital: salaoxumucuisdeartedigital.wordpress.com/edital/

Período de Inscrição 17 de Janeiro  a 09 de Março de 2013

Uma realização Xumucuís, com apoio cultural do instituto Oi Futuro e patrocínio da Oi.

Catálogo do II Salão Xumucuís de Arte Digital

Foram 20 obras selecionadas e 10 artistas paraenses convidados exibidos em 02 hiper_espaços expositivos, CCBEU e MEP. A versão digital do catálogo permite que os trabalhos continuem expostos no ciberespaço, em um processo democrático de difusão da arte contemporânea, aberto para a pesquisa e crítica. Acesse, baixe e compartilhe esse projeto pioneiro em arte e tecnologia na Amazônia, contemplado no edital nacional Conexão Artes Visuais MINC/Funarte/Petrobras e selecionado nos editais de pauta do MABEU e SIM/SECULT. >>>>>>>>>>>>>> http://salaoxumucuisdeartedigital.wordpress.com/catalogo-segunda-edicao/

FRONTEIRAS EXPANDIDAS PELA ARTE DIGITAL – Artistas Premiados e Selecionados para o II Salão Xumucuís de Arte Digital

A comissão de seleção e premiação do II Salão Xumucuís de Arte Digital, composta pela professora de artes Cláudia Leão e pelas artistas visuais Roberta Carvalho e Keyla Sobral, em reunião nos dias 14 e 15 março avaliou cerca de 300 trabalhos de artistas de todas as regiões do Brasil para chegar aos 20 nomes que compõe a lista de selecionados e premiados desta segunda edição. Os trabalhos premiados foram “Jukebox” da artista Lea Van Steen, de São Paulo, “Eufêmero” de Lucas Gouvêa, de Belém e “Panoramas del Sur de Nácho Duran, artista de Goiás.

Jukebox Lea VanSteen - Raquel Kogan

De acordo com Lea Van Steen o trabalho “Jukebox” propõe um espaço fragmentado, de reflexos múltiplos, gerados por um globo luminoso destes usados em casas noturnas vintage e explora um procedimento, comum também em outras obras da exposição, de partir do familiar, do doméstico, para buscar o inesperado, o excepcional. Lucas Gouvêa em “Eufêmero”  descreve sua obra como uma meta-máquina que crio para intermediar a performance, é composta por uma câmera digital de vídeo captando uma imagem em tempo real que é conectava/transmitida à entrada de vídeo de uma televisão, esse dispositivo serve ao mesmo tempo como plataforma para execução da ação performativa em tempo real e posteriori esta, fica dentro do espaço expositivo como obra-registro do anti-retrato, repetindo aquela gravação em loop eterno”.  A série “Panoramas del Sur” de Nacho Durán são recortes do continente americano em instantes aleatórios, uma amostra das suas naturezas e as suas múltiplas paisagens, criações naturais ou artificiais de várias épocas, e das pessoas em diferentes lugares e contextos.

Lucas Gouvêa - Eufêmero

 Além dos três artistas premiados outros dezessete artistas foram selecionados para compor os dois hiper_espaços expositivos do Salão. Em ordem alfabética os vinte selecionados são: Andrei Thomaz (SP), Bruno Costa (PR), Cláudia Zimmer / Fabiola Scaranto (SC), Coletivo Hyenas (RJ), Diogo Brozoski (RJ), Duda (PR), Eduardo Montelli (RS), Ellen Nunes (SP), Giuliano Giagheddu (RJ), Hol (MG), Joao Paulo Racy (RJ), Junior Suci (SP), Lea Van Steen (SP), Lugas Gouvêa  (PA), Marcelo Armani (RS), Nacho Durán (GO), Neuton Chagas (PA), Ramon Reis (PA), Shima (MG) e Viviane Vallades (SP). Video-instalações, videoarte, web-arte, gravura digital, instalação sonora e game-arte em um panorama da arte digital brasileira inédito em Belém.

Panoramas Del Sur -Nacho Duran

Nesta segunda edição o Salão foi um dos 20 contemplados no edital “Conexão Artes Visuais/Minc/Funarte/Petrobras”, que teve mais de 800 inscritos em todo país e selecionado no Edital de Pautas do Sistema Integrado de Museus da Secretária de Cultura e no Edital de Pautas do CCBEU. O Salão Xumucuís de Arte Digital foi idealizado e tem curadoria de Ramiro Quaresma e Coordenação Geral de Deyse Marinho, com apoio tecnológico da Sol Informática.

 

SERVIÇO

II Salão Xumucuís de Arte Digital: @mazônia artemídia

Hiper_espaço 01- Galeria CCBEU – Abertura dia 25 de Março de 2013 às 19h30.

Hiper_espaço 02 – Sala Augusto Fidanza (Museu de Arte Sacra) – Abertura dia 11 de Abril de 2013

Informações: (91) 3348 6426 / 8239 2476 / xumucuís@gmail.com

http://salaoxumucuisdeartedigital.wordpress.com/